2.6.12

os sábados da minha vida

Não sei porque é que tenho esta tendência para a fascina ao fim de semana.. A não ser que algo esteja combinado para este dia, invariavelmente acabo de pano do pó na mão e de aspirador em punho. Nesta casa não há rendimentos para empregada, logo, assumo eu o papel de Isaura. E acreditem, à segunda-feira parece que sábado de limpeza nem existiu. Devia ser inventado um sistema a vácuo que mantivesse tudo incrivelmente limpo durante muito, muito tempo. E eu começava a passar os meus sábados de outra maneira.

3 comentários:

Margarida Costa disse...

É verdade Rita! E depois ainda há quem diga que os homens é que são o sexo forte! Tretas!

Gaja Maria disse...

Pois... Infelizmente a maioria dos orçamentos deixaram de ter a parcela da mulher a dias.. Uma grande chatice, há pois é. Eu era tão mais feliz se são tivesse de pegar no pano do pó, no aspirador e no ferro, ó se era...

aNaMartins disse...

Oh Rita, quantas Isauras não estarão na tua pele ao Sábado. Epa, agora não.. mas os próximos tempos que a minha mami me vir por perto, os meus Sábados vão ser assim. Lá espera Portugal (a minha mãe deve ter saudades disso, a vantagem de ter uma filha, quando a tua menina crescer ela ajuda-te) :) beijinho e bom domingo