7.3.12

Esta vida cruel, má às vezes..

Estamos aqui em casa com o coração apertado, com um nó na garganta, com o pensamento naqueles dois pais que, assim, viram partir a sua pequena bebé. Não tenho palavras para descrever o momento e os sentimentos atropelam-se porque a vida, quando quer, consegue ser muito cruel. Os nossos amigos sofrem a sua perda. E nós sofremos com eles.

10 comentários:

Dina disse...

Nem quero imaginar a dor :/

ombemua disse...

Hoooo God!!!!
Nem imagino :((((

pensar & rabiscar disse...

É, sem dúvida, uma dor jamais imaginável para quem não passou pelo mesmo. Força para os pais, familiares e amigos.

moon disse...

nem consigo imaginar a dor de perder um filho :(

Margarida disse...

Deve ser uma dor horrível... sei o que é perder um pai maravilhoso mas quando se trata de um filho, bem, deve ser insuperável! FORÇA (precisas para os amparar)!

mary disse...

parece sempre daquelas coisas que só acontece aos outros. e de repente acontece tão perto de nós, tão à porta da nossa casa, que é possível experimentar um pouco do que deve ser essa enorme dor.
não consigo imaginar, espero nunca ter que imaginar, e a maior força do mundo para essa familia e para quem apoia...

Turista disse...

Querida Rita, há pouco também soube da partida de um floco, dos pequeninos, daqueles que ainda mal se notam na barriga, mas que já ocupavam espaço, nas nossas mentes e corações...

abspinola disse...

Nao consigo imaginar a dor ... estou com as lagrimas nos olhos e penso no dia em que vi essa dor de perto na MAC.

Ver a felicidade de muitas e a infelicidade de outras mamas que perderam os seus bebes.

bjstos e força aos teus amigos

mari disse...

sinto muito muito ... :(
**

cristina disse...

Força aos Pais!:(