24.2.12

cartas d' amor

Hoje encontrei cartas de amor antigas, que o Mr T. me escrevia, no principio do nosso namoro. Confesso que fui eu que lhe dei o mote, uma vez que adoro escrever e qualquer papel servia de pretexto para fazer um rabisco onde lhe prometia amor eterno. Fiquei ali uns minutos a beber aquelas palavras, muitas delas de saudade e de paixão ardentes, próprias de quem está a querer viver tudo muito rápido, na grandiosidade que é um amor assim. Sei que fomos deixando de lado este habito de escrever um para o outro, o que no fundo lamento, mas agora o nosso amor é vivido de outra forma.. deixámos de ter tempo para escrever cartas de amor. E isso não pode ser. Ainda deveria haver tempo para escrevermos o nosso amor.. tem de haver tempo.

7 comentários:

Maggie disse...

eu tbém tenho dessas cartas de amor e ás vezes, quando lá vou espreitá-las e leio um bocadinho daquele amor parece que me sinto ainda mais apaixonada.
Faz-me bem
Tbém tenho pena que já não se escrevam cartas de amor.

bjo
Maggie

M. disse...

que giro!
acho que sim... volta a dar o mote...
beijinhos**

Turista disse...

Querida Rita, mas aposto que lhe envias por vezes e.mails, verdade? São as cartas de amor, actuais! ;)

aNa disse...

Tão giro. :) também gostava de ter assim uma coleção.

beijinhos

mari disse...

mas olha que eu acho que vocês continuam a escrevê-las ... e da melhor forma até ... escrevem nas memórias que ficarão gravadas para sempre nas vossas almas ;)
**

LOL aos 40 disse...

Olá,
eu adoro escrever.
Não cartas de Amor pq já casei mas contudo escrevo muito a alguns familiares mais distantes!
: )

Bjs
Fica bem

Inês Menezes disse...

Adoro escrever cartas de amor e, melhor ainda, adoro recebê-las! É tão bom guardá-las e relê-las mais tarde, é que apesar de acharmos que temos boa memória há pequenos pormenores que ficam escondidos nos cantos do nosso cérebro e essas cartas vão precisamente até eles, voltamos a sentir aqueles sentimentos, voltamos a ter o nosso corpo apoderado por aquelas emoções...