2.2.15

A começar assim, a coisa promete. A fé que tenho é apenas uma certeza: o mês mais pequeno do ano chegou e já vamos no segundo dia.
Quero que isto passe a voar e que não tenha de perder ainda mais neurónios a fazer contas de sumir; que não tenha que perder o sono com esta história do poupar, porque sinceramente, ninguém merece.
Mood: muito nublado por estas bandas.

Sem comentários: