7.8.14

Os primeiros dias. >>


Chegámos e estranhámos. Isto é um mundo completamente diferente. Realidades diferentes, métodos diferentes, pessoas diferentes. Muito diferentes. E se eu vinha com uma ideia pré-definida do que provavelmente poderia encontrar, a vida ensinou-me mais uma vez a não dar nada como garantido. E a vida surpreende-nos pela positiva, de vez em quando.
Graças aos santinhos, somos duas pessoas muito despachadas. Acho que depois disto, podemos ir fazer uma perninha a qualquer lado do planeta. O mais certo é que nos safemos maravilhosamente.
Estamos a aprender muito com estas pessoas que, mesmo trabalhando no mesmo ramo que nós, o fazem de maneira diferente, com condições diferentes e, por incrível que pareça, com um entusiasmo e uma dedicação muito superiores à que estou habituada. E se esta não for uma das lições mais importantes e valiosas que levo desta experiência, então não sei o que será.
Dou por mim a achar que todos os que trabalhamos lá no Algarve, deveríamos fazer uma temporada na capital e aprender com estas pessoas uma das qualidades mais importantes para se trabalhar em equipa: companheirismo.
Estamos de quatro, cansados, estoirados mesmo. O ritmo é alucinante; o desafio é tentador e viciante. Embora nos saia do corpinho e nos doa tudo quanto é músculo e articulação, saímos de serviço com a sensação de termos feito tudo o que podíamos pelo nosso turno, com a sensação de dever cumprido.
E apenas se passaram cinco dias. Portanto, isto promete!



1 comentário:

Gaja Maria disse...

É assim mesmo. Força nisso que no fim sentes-te bem :)