24.7.14




Os dias quentes são convidativos. Uma esplanada, um areal, ir só ali pôr os pés de molho. Dispenso a areia [alcatifar a praia ou mandar plantar relva até à beira-mar era uma boa opção] mas não dispenso o mar, o cheiro da água salgada, o bronzeado na pele. Há muito tempo que não passo umas boas horas assim. No descanso do corpo e da alma. Estar ali só por estar, para carregar energias, fazer fotossíntese, aquecer a alma e limpar a mente. Gosto tanto dos dias assim.

Sem comentários: