10.2.14


Hoje faz 14 anos. Há tanto de ti e dos teus ensinamentos em mim.. muito mais do que eu poderia alguma vez imaginar. Dizem que herdei a tua veia doce, o teu talento para criar. Eu ainda acho isso um exagero, mas sabe-me bem ouvi-lo, porque muito mais do que fazer-me bem ao ego, é um elogio muito grande poder ser um pouco comparada a ti.
Gostava de ter herdado também o verde dos teus olhos. Fiquei com um pouco deles quando muda o tempo, ou quando vou à praia. Mas os teus eram imensamente verdes. E gostava de ter herdado tantas outras coisas de ti. Coisas que nem nas tuas filhas eu vejo, porque também elas não herdaram.
Sei que estás onde pertences e sei que estás em paz. E sei que um dia nos reencontraremos num abraço. Enquanto esse dia não chega, olha aí de cima por nós. Minha Alicita, minha avozinha..