1.12.13

Quando eu digo que gosto de tudo planeado e (sobretudo) quando faço planos, há sempre uma força cósmica que aparece a dizer "então tu julgas que tens tudo controlado? Não, minha amiga.. no way".
Não há melhor forma de começar o ultimo mês do ano - se bem que até podia ser em Março ou Agosto que o estrago era o mesmo - do que com o carro pifado.
O bólide parecia uma árvore de natal, a acender luzes e a apitar por todos os lados. É tanta mariquice electrónica que ainda ponderei mandar o reboque a uma daquelas clínicas de pc's no shopping em vez de o mandar para a oficina. Acho que para carros como o meu, ao invés de um curso em mecânica, os senhores da oficina devem ser doutorados em engenharia informática. Enfim..
Não há muito a fazer agora. É esperar pelo veredicto amanhã. Só não imaginam é a ginástica que uma pessoa tem de fazer para trocar cadeiras de bebé e criança para um carro alugado à pressão,  porque a vida não pára e amanhã há horários a cumprir que só se cumprem com a ajuda de dois carros. Sim, porque quando a desgraça já é grande e pensamos que não pode piorar, a senhora da ok teleseguro diz do outro lado da linha que, não senhora, não temos direito a carro de substituição. É o karma a esbofetear-me com os dedos todos.

Sem comentários: