Avançar para o conteúdo principal

Pessoas que [me] Inspiram

Há pessoas bonitas. E há aquelas que o são por dentro e por fora. E a D.* é uma dessas pessoas.
O destino tem destas coisas e porque o mundo é um lugar pequenino, uma amiga em comum fez a ponte que nos une. A quilómetros de distância são as linhas que nos unem. E do nada, surge uma amizade, daquelas inesperadas, que são as que dão mais cor e alegria às nossas vidas.
Dona de uma beleza exótica, de um sorriso irresistível, de uma doçura inegualável, a D. tem um coração enorme, bom (daqueles que já vão sendo raros por aí). Quem a lê percebe isso logo ao fim da primeira linha. A sensibilidade e o carinho que deposita nas suas palavras preenchem qualquer espaço vazio.
Há pessoas que nos inspiram. Ela é uma delas. Não é só porque está longe, em terras de sua majestade, a lutar contra as saudades de quem está deste lado de cá. É por isso e por muito mais. É porque me ensina que a força de vontade é sobrenatural quando nos propomos a encarar a vida; porque me ensina o que é ser uma mulher de força, determinada, confiante; porque me mostra que é muito fácil dar sem receber; me encoraja a superar as dificuldades com um sorriso e uma palavra amiga; e porque se orgulha de quem é, de onde veio e sabe exactamente o que quer. Leio-a e fico com a sensação de aconchego, de mimo, de carinho recebido. E mesmo nunca tendo estado pele-na-pele com ela (falta pouco, eu sei) parece que já estivemos juntas milhões de vezes.
Há pessoas que me inspiram. A D. é uma delas. Obrigada por seres um ser humano excepcional, uma super-mãe, uma mulher lindíssima, uma amiga verdadeira. E obrigada, principalmente, por me deixares fazer parte da tua vida. Gosto de ti. Muito! [e como tu terminas sempre: xi ♥]

*A D. é autora do blog Ombemua-Saoirse.

Comentários

Anónimo disse…
Sabes que ando a fazer um esforco enorme para enfiar no meu coração que é bom dar..dar sempre e acabamos por ser retribuídos de certa forma.
Porque não é facil, nao sentir retorno.todos nós gostamos de ser lembrados. Mas no fundo..no fundo o retono chega sempre e da melhor forma. Estou aqui em lagrimas e a pensar se mereco isto tudo.....
Cada dia que passa tento melhorar. Sou um pouquinho torta mas ando a fazer por ficar cadabvez mais doce. Sim doce....parecem palavras chave..que todos usamos ...mas a vida, tao curta... perto das rugas dos mais velhos, ja me ensinou que nao adianta guardar maus sentimentos e que o açúcar. .seja onde for so fica bem.
Obrigado. Obrigado.
So quero que um dia alguem tenha saudades de mim como eu tenho de todos. Mesmo daqueles que nuca vi. Mesmo daqueles que me aconchegam só (e muito) com palavras. As saudades são sempre boas. São o melhor sinal de que se ama, de que o coração está cheio de alguém que ja nos fez feliz. Ai Ritinha.....nem sei o que te diga...principalmente agora que ando tao afastada, que tudo voa e as minhas asas nao são tao grande como eu gostaria.
Fiquei em pranto agora....por tudo e por nada..porque me apanhas-te desprevenida e que sem dar nada acabei por receber tanto. Obrigado. Obrigado. Vou guardar a sete chaves :)
xi♥
Anónimo disse…
Deixa os erros de parte que isto com oa olhos embaciados custa mais....
Rita disse…
Eu sei que o tempo que temos para os outros nunca chega, porque esse mesmo tempo mal dá para nós; eu sei que às vezes queremos estar mais presentes e não conseguimos; eu sei isso tudo e sinto o mesmo. Mas também sei que, quando mais me sentia sozinha, um sinal sonoro no meu tlm indicava uma mensagem de uma pessoa que só por me perguntar como estava ou desejar um 'bom dia', melhorava o meu estado de espirito e deixava-me a acreditar nas pessoas e na amizade novamente.
Mereces isto? 'Isto', minha querida, não é nada e é tão pouco do que podia fazer para te lembrar. Para te dizer que gosto de ti, para, no fundo, te dar um pouco do mimo que tu também me dás (e que o tempo, às vezes, me impede de retribuir).
Hoje, eu tinha tempo. Hoje senti que tinha que fazer isto. :)
Beijinho minha querida! E não chores tudo agora.. guarda um pouco para quando dermos um abracinho apertado pela primeira vez! :)
Dias em rosa disse…
que lindo *.*

beijocas às duas :)

Mensagens populares deste blogue

A boa filha à casa torna..

... mesmo que depois de um interregno de quase 3 anos.
Podia contar a história daquela que foi ali comprar tabaco e nunca mais apareceu. Poupo-vos o melodrama. No meu caso, é mais a história daquela a quem a vida se voltou de pernas para o ar, que sem saber como nem porquê, vim parar ao médio oriente e já por aqui ando há quase dois anos. 
Nos entretantos, traí o blogger com o Wordpress. Relações modernas. Nada de mais. É que lá estava mais à vontade para falar da vida de emigrante. Mas, não há amor como o primeiro [dizem], bateu uma saudade imensa. Vim aqui de soslaio, só naquela de ver se ainda sentia a química. Nem de propósito ser o primeiro dia do ano e, tal e qual uma ressacada, não resisti em reacender a chama.
Se é para toda a vida, até que a morte nos separe? Não sei. Talvez. Quem sabe. Até agora estamos a ganhar ao José Carlos Pereira e à Liliana Aguiar no junta-separa.

Achei que o corte de cabelo da Letizia merecia o meu regresso..

Se isto não é um exemplo de modernidade, não sei o que lhe chamar. A rapariga não é só a rainha de Espanha, é uma mulher moderna. E como mulher moderna que se preze, cuida da sua imagem. E só por esse gesto de corte com o tradicional e o correcto, só posso aplaudir a atitude. Já não posso dizer o mesmo da magreza. Num momento em que se apela ao fim da magreza extrema como sinónimo de beleza, num momento em que se defende um corpo saudável, ela aparece com as costas a descoberto.. e não consigo pensar em nada de positivo nesta imagem.

O bolo de côco que parece uma nuvem!

É que este vai já ser feito, nem vou esperar por dias melhores. Mesmo sem vontade nenhuma de ir pegar na batedeira, vou fazer-me à vida, porque este amigo está a fazer-me salivar, tal e qual os cães de Pavlov. Pronto, é desta que a manutenção das linhas redondas do abdómen se mantêm. Estou desgraçada..


a receita deste tentação hiper-calórica está aqui.