3.9.13

Heart, tiny heart.. And stress mind. [ou como uma mãe sofre]

O coração das mães é realmente muito complicado. Principalmente quando faz parceria com a cabecinha desorientada de uma mãe stressada. O puto foi para a cresce. Ontem foi o primeiro dia e a coisa até correu mais ou menos. Hoje, cravou as unhas nos ombros do pai e ficou lavado em lagrimas. O pai saiu desorientado de lá. Eu tenho uma bola no estômago que só se vai desfazer quando a hora de o ir buscar chegar. E a principal preocupação, a tal que faz um elo de ligação entre a cabeça e o coração: e se o puto se engasga com a comida e ninguém repara? É que o malandro é um engasgão nato, desde o tempo em que só mamava ao peito. Comida solida é tipo roleta russa, cada colherada é um credo na boca. E eu aqui, aflita que nem imaginam, pedindo aos céus que tudo corra bem.

2 comentários:

Gaja Maria disse...

Vai correr bem! Tem lá calma mulher...

Dias em rosa disse...

beijinho nesse coração de mãe ;)