12.5.13

Já tinha perdido a conta ao tempo.

Nem sei bem quanto tempo se passou. Mais de 9 meses, de certeza, talvez mais de 18 (porque não me lembro de ter saído à noite durante a gravidez). O senhor marido fez a gentileza de ficar com os miúdos em casa e eu fui sair com algumas amigas. Fomos ao concerto do Gabriel O Pensador. E uma pessoa, por mais que queira, já vai dando sinais de cota. Ai que me doem os pés, tanto tempo de pé, ai Jesus as minhas costas, aqui está muito fumo, aqui está muito frio, vamos mais para ali, tanto barulho, tanta gente. Enfim.. E a quantidade de miúdos que nos trataram por "você"? Notam-se assim tanto os anos?
Mas resumindo a coisa: o artista é genial em palco. Já o tinha visto há uns anos e tinha adorado. Fui com a mesma expectativa e a coisa repetiu-se. Cheguei a casa às 03h30 completamente estoirada, mas de sorriso no rosto. O senhor marido, coitado, bem me disse que mais valia que eu lhe dissesse que o concerto tinha sido uma caca.. :) 
Os tempos mudam, as vidas modificam-se. Prevejo que saídas assim, só quando os miúdos jánão  precisarem de nós, ou quando uma avó caridosa se ofereça para ficar de babá! 

2 comentários:

Turista disse...

Querida Rita, os tempo não pára, verdade? ;)

Gaja Maria disse...

De vez em quando sabe tão bem... Bjs :D