Avançar para o conteúdo principal

A facturinha, se faz favor..

Tanta coisa à volta das facturas que temos obrigação de pedir e, no meu local de trabalho, existem inúmeras máquinas de venda automática (com preços exorbitantes), nas quais dezenas e dezenas de pessoas deixam lá o seu dinheirinho diariamente e que não imprimem um recibo que seja! Pergunto eu: essas empresas declaram os seus lucros como? Perdoem-me a ignorância financeira! Ou os deveres são só para alguns?
Acho mal, muito mal, que não haja uma inspecção eficaz nestes casos.

Comentários

Dina disse…
Por acaso tb já tinha pensado nisso

Mensagens populares deste blogue

Achei que o corte de cabelo da Letizia merecia o meu regresso..

Se isto não é um exemplo de modernidade, não sei o que lhe chamar. A rapariga não é só a rainha de Espanha, é uma mulher moderna. E como mulher moderna que se preze, cuida da sua imagem. E só por esse gesto de corte com o tradicional e o correcto, só posso aplaudir a atitude. Já não posso dizer o mesmo da magreza. Num momento em que se apela ao fim da magreza extrema como sinónimo de beleza, num momento em que se defende um corpo saudável, ela aparece com as costas a descoberto.. e não consigo pensar em nada de positivo nesta imagem.

O bolo de côco que parece uma nuvem!

É que este vai já ser feito, nem vou esperar por dias melhores. Mesmo sem vontade nenhuma de ir pegar na batedeira, vou fazer-me à vida, porque este amigo está a fazer-me salivar, tal e qual os cães de Pavlov. Pronto, é desta que a manutenção das linhas redondas do abdómen se mantêm. Estou desgraçada..


a receita deste tentação hiper-calórica está aqui.

Oscars 2015: Vanity Fair after-party

Classe vs Badalhoquice

Irina, Irina.. ainda tens de comer muito pão, filha.