19.6.12

A mãe nos finalmentes.. a filha adoece.

É sempre (ou quase sempre) assim. Por mais que tentemos idealizar uma situação, planear as coisas, organizar detalhes, convém que contemos sempre com os chamados imprevistos. Senão, estamos bem lixadas. E frustradas! Vi e revi esta semana como uma louca, contei dias, organizei consultas e afazeres, preparei roupa, casa, detalhes. Até fomos falar com a professora dela, que esta seria a ultima semana, porque nunca se sabe se o herdeiro resolve aparecer antes do tempo e não temos ninguém com quem a deixar. Optamos por deixá-la ir com os avós de férias. E agora, aparece-me uma garganta inflamada, uma tosse que não foi para aqui chamada e febre! Se isto não se compõe até ao final da semana, não deixo a minha menina ir, porque as lambidelas da mãe fazem sarar mais depressa.. e quero-a fina (finíssima!), para quando o mano chegar.

4 comentários:

Dina disse...

Há sempre imprevistos. As melhoras para ela...

Ombemua - Saoirse disse...

"porque as lambidelas da mãe fazem sarar mais depressa.."

So tu mesmo!
Adorei e as melhoras da princesa.

Baci*

Inês Menezes disse...

É quando menos esperamos que os imprevistos nos batem à porta! QUando é que o herdeiro nasce?

Gaja Maria disse...

he he. Com umas "lambidelas de mãe" a filhota vai ficar boa num instante vais ver. As melhoras! :)