4.5.12

Ninguém merece!

Por estes lados (como provavelmente por todo um pouco neste país) começou a semana académica. Para quem vive numa zona 'normal' e 'civilizada' não há grande problema. Para quem teve a inteligência de optar por morar numa zona que se queria calma, mas que fica a poucos metros da universidade, é uma grande dor de cabeça. Para além do barulho aumentado, dos putos (cujos pais estão em crise para as propinas, mas não lhes falta para o álcool) em transe, das buzinadelas e gritaria a horas impróprias, outras coisas surreais acontecem. Como por exemplo, o lindo espectáculo que eu tinha hoje na varanda. Alguém chamado vizinho do 3º, vomitou na varanda. E a minha, cá em baixo, ficou toda suja.
Teve a decência de deixar um papel na nossa porta e identificar-se e a pedir desculpa e a dizer que vinha limpar. Mas só viria limpar 'amanhã', ou seja Sábado. Deve ser porque vai ficar o dia de sexta a ressacar e não pode vir limpar o próprio vomitado. E eu, está claro, teria que aguentar até Sábado para ter a varanda limpa.
Na volta foi um papel escrito pelo marido e que dizia mais ou menos assim:
«Não será necessário entrar em contacto connosco para vir limpar a varanda, porque precisamos dela limpa e já tivemos de o fazer, por ser desagradável esperar. As desculpas estão aceites, mas a haver uma próxima má-disposição, tente usar a sanita.. ao menos se a sujar, o problema será só seu. Vizinho do 1º.»

2 comentários:

Coquinhas disse...

ora toma que já almoçaste :P eheheh

B. disse...

MUITO BOM! :)
BeijinhO