21.11.11

a confusão que é o amor. e a pena.

a minha amiga: Olha, tenho uma coisa que não é muito boa para te contar..
eu: o quê?
ela: a minha irmã e o L. partiram a palha a coices, como se costuma dizer..
eu: ... O QUÊ?
ela: é verdade.. ele diz que está confuso..

e assim fiquei, mais confusa do que eles. eles, os meus amigos que terminaram uma relação de quase dez anos. uma relação de cumplicidade e doçura como vi em poucos casais. ele que era um paz de alma, ela que é uma menina tão doce. nós que fomos juntos em tantas aventuras, que partilhámos tantas coisas, que andávamos a contar os dias para um casamento cheio de alegria e risos. o amor que vi tantas vezes no olhar daqueles dois. a minha amiga está a viver um pesadelo. com ele ainda não falei. e no entanto, acho que palavras são poucas nestas situações. tenho tanta pena, tanta..

1 comentário:

mary disse...

são estas histórias que me assustam...
o meu irmão também já vivia com a namorada dele, estavam juntos há 8 anos, compraram casa, carro, e esta semana a minha irmã contou-me que separaram-se. assim, de um momento para o outro...
e sempre aquele medo que comigo seja igual.