14.10.11

Ouvi o prime-minister e soou-me assim:

« Meus queridos amigos, fizemos merda. Achávamos que todas aquelas medidas bastavam, mas afinal ou somos todos muito burros a matemática ou o buraco já é tão grande que nem as contas nos safam. E é isto. Preparem-se. Vamos para a guerra. Se não sabem pegar em armas, inventem. O importante é ir. Nenhum dos combatentes terá opção de escolha. É bom que também comecem a ter lições de grego, pois vai ser útil quando tiverem de fazer amigos no exílio. E é isto. Desculpem lá qualquer coisinha, mas como isto é uma emergência nacional, pagam todos. Especialmente vocês, que vivem com ele contadinho e esticadinho até mais não. Mas melhores dias virão.. quando os piores passarem.. se sobrar alguém.. »


'tou quase com as malas feitas pra me por a andar daqui para fora. falta-me um bocadinho assim.

Sem comentários: