Avançar para o conteúdo principal

o bocage fumava umas cenas muito maradas.

«Cagando estava a dama mais formosa, E nunca se viu cu de tanta alvura;
Porem o ver cagar a formosura Mette nojo à vontade mais gulosa!
Ella a massa expulsou fedentinosa Com algum custo, porque estava dura;
Uma charta d'amor de alimpadura Serviu àquella parte malcheirosa:
Ora mandem à moça mais bonita Um escripto d'amor que lisonjeiro
Affectos move, corações incita: Para o ir ver servir de reposteiro
À porta, onde o fedor, e a trampa habita, Do sombrio palacio do alcatreiro!»
 

Comentários

mary disse…
que coisa horrivel! eka. :|

Mensagens populares deste blogue

Achei que o corte de cabelo da Letizia merecia o meu regresso..

Se isto não é um exemplo de modernidade, não sei o que lhe chamar. A rapariga não é só a rainha de Espanha, é uma mulher moderna. E como mulher moderna que se preze, cuida da sua imagem. E só por esse gesto de corte com o tradicional e o correcto, só posso aplaudir a atitude. Já não posso dizer o mesmo da magreza. Num momento em que se apela ao fim da magreza extrema como sinónimo de beleza, num momento em que se defende um corpo saudável, ela aparece com as costas a descoberto.. e não consigo pensar em nada de positivo nesta imagem.

O bolo de côco que parece uma nuvem!

É que este vai já ser feito, nem vou esperar por dias melhores. Mesmo sem vontade nenhuma de ir pegar na batedeira, vou fazer-me à vida, porque este amigo está a fazer-me salivar, tal e qual os cães de Pavlov. Pronto, é desta que a manutenção das linhas redondas do abdómen se mantêm. Estou desgraçada..


a receita deste tentação hiper-calórica está aqui.

Oscars 2015: Vanity Fair after-party

Classe vs Badalhoquice

Irina, Irina.. ainda tens de comer muito pão, filha.