20.9.11

Pequena grande menina.

Como em todas as grandes etapas (e as pequenas, também), que ela passou, os nossos corações de pais (afogados em baba) quase quiseram saltar boca afora, quiseram sair do peito, porque a nossa pequena, nem que já meça um metro e setenta e passe os dias enfiada no quarto a ouvir musica de adolescente, será eternamente um bebé.
Parece que foi ainda ontem que me puseram no colo aquele pequeno ser, meio metro de gente que me olhava com os olhos mais lindos do mundo e que cheirava a mim. Parece que foi ontem, que o meu dia era passado de peito de fora a alimentá-la. Parece que foi ontem que deixámos de ser nós os dois e passamos a ser ela. Por ela. E  hoje, mochila às costas, bata amarela e o sorriso mais nervoso que já lhe vi nos lábios, vai para a escola.
Parece que ainda foi ontem que estava para me tornar accionista da BebéGel e participar nos lucros da Nutribén e hoje, abro os olhos e tenho uma pirralha que já tem mais material para comprar para a escola que um universitário num curso inteiro.
Como em todas as grandes etapas da vida dela, estamos mais uma vez, presentes. Com  o coração apertado, como se nos fossem arrancá-lo mais uma vez, para fora do peito. Nervosos com ela, por ela, pela experiência que se avizinha. Vai haver a fase da euforia e dos dias em que os olhos vão inundar de àgua por não querer lá ficar.. mas, minha filha, crescer é assim mesmo. E hoje, mais uma vez, damos-te a mão, quando cruzares aquela porta da escola. E ficaremos a vêr-te ir. E estaremos à porta, quando o dia acabar. Tens um mundo inteirinho para descobrir. E apostamos que vais adorar.

3 comentários:

ombemua disse...

Bom dia Rita,
Tao bom ler coisas, tao boas!

Vai tuto correr bem, nao fosse a Mini M despachada como so ela sabe :o)
E os miudos habituam-se mais depressa que os pais!

Baci*

mari disse...

e ela vai amar cada momento desta nova fase ... :)

mary disse...

Quase que me fazer chorar não vale...
Acho lindo, lindo, as familias com tanto amor para dar aos filhos. Quem me dera, mas quem me dera mesmo, que todos os pais fossem assim.
Obrigada por criares uma pequena que ira fazer deste mundo um mundo melhor.
É sincero.