19.3.11

Quando a ignorância, a soberba e a arrogância se personificam.

Nunca sai grande coisa. Não pode sair. Pessoa alguma, dita vulgar, foi muito longe com tamanhas qualidades. No mínimo, caiu no ridículo e foi motivo de chacota, no meio onde se insere.
Lá no sitio onde eu trabalho abundam estas criaturas. Confesso que, muitos dias, venho para casa desgastada com as situações que esta gente cria. Acho que ainda não consigo controlar bem o meu cérebro para desligar, quando tenho que 'obedecer' às ordens deste tipo de pessoas. Há batatas com mais inteligência, garanto-vos. E o meu feitiozinho tramado, de menina-respondona, faz saltar o fel que nutro por pessoas assim. Se me dou mal? Às vezes. Mas na maioria delas, sinto que o meu orgulho não ficou ferido, nem a minha inteligência molestada. Se vale a pena responder? ... já dizia o grande Pessoa, que tudo vale a pena se a alma não é pequena. Dá-me gozo ter resposta na ponta da língua.

1 comentário:

MC disse...

Consigo compreender-te na perfeição. Também tenho a língua um pouco comprida e já me dei algumas vezes mal por isso, por muita razão que tenha. Os chefes é que têm, teoricamente e no mundo de fantasia em que eles vivem, sempre razão e ai de quem conteste. Democracia? O que é isso?!?