Avançar para o conteúdo principal

Bolo de Chocolate

Uma das coisas que me dá mais prazer é ver os meus amores a comer bolo de chocolate. De há uns tempos para cá, aprimorei uma receita antiga da minha avó, que era simplesmente, a melhor doceira que eu conheço. Embora o segredo de um bom bolo, esteja muitas vezes nas mãos de quem os faz, comparto a receita. Simples, fácil, barata e uma delicia.

1 caneca de açúcar
2 canecas de farinha fina
meia caneca de óleo
5 ovos
3 colheres de sopa de chocolate em pó
1 colher sobremesa manteiga
1 caneca de água quente
1 pitada de canela 

para a cobertura:

1 pacote de natas
1 colher de sopa de chocolate
1 colher de manteiga

Numa tigela colocar a caneca de açúcar, o óleo e as cinco gemas (previamente separadas das claras) e bater até criar um creme fofo. No microondas, derreter a colher de manteiga e adicionar ao creme, batendo generosamente. Aos poucos ir adicionando o chocolate, a farinha e a água quente, de modo a ir criando uma espécie de mousse. [Normalmente nunca é utilizada a água toda]. Quando se obtém esse preparado tipo mousse, deve-se bater as claras em castelo. Uma vez batidas as claras, ir incorporando aos poucos na mousse, sem bater, apenas ligar as claras ao chocolate. Untar uma forma com manteiga e verter o preparado. Cozer em forno a 180º durante aproximadamente 25 minutos.
Entretanto, para a cobertura, basta colocar ao lume brando, numa panela, o pacote de natas com o chocolate e a manteiga e ir mexendo até formar uma calda espessa.
Quando o bolo estiver cozido, e ainda quente, verter a calda sobre o bolo desenformado, para absorver o chocolate e ficar húmido.


Comentários

Mensagens populares deste blogue

Achei que o corte de cabelo da Letizia merecia o meu regresso..

Se isto não é um exemplo de modernidade, não sei o que lhe chamar. A rapariga não é só a rainha de Espanha, é uma mulher moderna. E como mulher moderna que se preze, cuida da sua imagem. E só por esse gesto de corte com o tradicional e o correcto, só posso aplaudir a atitude. Já não posso dizer o mesmo da magreza. Num momento em que se apela ao fim da magreza extrema como sinónimo de beleza, num momento em que se defende um corpo saudável, ela aparece com as costas a descoberto.. e não consigo pensar em nada de positivo nesta imagem.

O bolo de côco que parece uma nuvem!

É que este vai já ser feito, nem vou esperar por dias melhores. Mesmo sem vontade nenhuma de ir pegar na batedeira, vou fazer-me à vida, porque este amigo está a fazer-me salivar, tal e qual os cães de Pavlov. Pronto, é desta que a manutenção das linhas redondas do abdómen se mantêm. Estou desgraçada..


a receita deste tentação hiper-calórica está aqui.

Oscars 2015: Vanity Fair after-party

Classe vs Badalhoquice

Irina, Irina.. ainda tens de comer muito pão, filha.