18.9.09

O meu colega satânico.

Tenho um colega, que namora com outra colega, que é um prato. Completamente contra o casamento religioso, cada vez que estou com ele, faço-lhe a cabeça em agua.. «É o sonho de qualquer mulher.. faz lá o gosto à rapariga.. todas as mulheres sonham com o vestido, com o dia.. quando a visses, vestida de noiva, até te vinham as lágrimas aos olhos».. E ele que não. Nada feito. Diz que uma casa com bonecos de gesso não lhe diz nada. E diz ainda que a mãe e a avó, se o ouvissem, davam-lhe cabo da cabeça.
Então, qual cupido, lá me pus a inventar soluções para a coisa. E porque não numa quinta, por exemplo? Mandavam vir o senhor do registo civil e faziam a cerimónia lá. Depois de muitas florzinhas, lacinhos, branco, balões e toda a qualidade de tralha para embelezar um espaço para um casamento, ele salta-se com esta:

- E que tal numa gruta? Hã? Com chamas à nossa volta, satânicas, e em vez do coro, púnhamos Rammstein a tocar. Hã.. qué que dizes? Hã? Boa Ideia!!

Não tem solução este moço.

1 comentário:

Deboraah13 disse...

LOL pelos vistos nao tem mesmo!!!