7.7.09

Respira, miúda, respira..

Estava com um grande, grande, grande nó na garganta.. julguei que sufocava.. julguei que apagava de inconsciente.. acreditei que o fiozinho onde me segurava ia romper a qualquer momento. Felizmente foi tudo um grande susto.. daqueles que precisamos para acordar para a vida. Daqueles que nos mostram quem realmente somos. Daqueles que nos fazem pensar (e muito!) sobre tudo (mas mesmo TUDO!) o que nos rodeia. Felizmente não passou de um susto. Respiro de alívio, mas (ainda) não de tranquilidade. O pior já passou.

2 comentários:

MC disse...

Que se passou?
Recebeste alguma visita inesperada, assim como eu recebi...?
:(

Rita disse...

Foi miga.. mais ou menos como o teu.. mas como também ainda não sei ao certo o que se passa (só sei que muito mau não é!), ainda não sei bem que nome lhe hei-de chamar.. :(

Aguardando mais uma consulta.. :|