Avançar para o conteúdo principal

7 Pecados Capitais

Bem.. a minha amiga e comadre Marta deixou-me o seguinte desafio: Revelar a minha relação com os sete pecados capitais. E como sou bem mandada, aqui vai!
1. Gula - Se não é o maior dos meus pecados, para lá caminha. Adoro uma boa comidinha e quando gosto de alguma coisa, como, como, como, como, sem enjoar nunca. Gula mesmo.
2. Avareza - Ora aqui está um em que não me apanham. Não vou parar ao inferno por ser avarenta.. gosto de dar tudo o que tenho e o que não tenho. Fico muito feliz por isso.. por simplesmente dar.
3. Inveja - Quem nunca sentiu inveja de alguém que atire a primeira pedra. Eu já invejei muitas coisas e muita gente em determinadas situações. Não quero com isso dizer que morra por isso ou que tenha de passar por cima de tudo e todos para conseguir igual, nada disso.. às vezes, invejar as coisas boas é sinónimo de reconhecimento, e muitas vezes ânimo para lutar por aquilo que gosto de ver nos outros e desejo para mim.
4. Ira - Pois este disputa também o primeiro lugar. É verdade.. confesso que às vezes sou uma bruta, que tenho alturas em que só me apetece partir a cara às pessoas e deixá-las sem dentes, que em vez de conversar, uma boa cacetada resolvia logo a coisa.. bom.. dá para entender??
5. Soberba / Orgulho - Pois peco apenas pelo orgulho que sinto em relação a determinadas coisas/pessoas/situações.. e não se trata só do orgulho pessoal, trata-se de não conseguir guardar o orgulho quando devia dar o braço a torcer.. que quando eu sei que tenho razão, nem que a vaca tussa..
6. Luxúria - Sou gaja.. está tudo dito!
7. Preguiça - Quando o despertador toca às 04h da manhã para eu ir trabalhar também conta??

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Achei que o corte de cabelo da Letizia merecia o meu regresso..

Se isto não é um exemplo de modernidade, não sei o que lhe chamar. A rapariga não é só a rainha de Espanha, é uma mulher moderna. E como mulher moderna que se preze, cuida da sua imagem. E só por esse gesto de corte com o tradicional e o correcto, só posso aplaudir a atitude. Já não posso dizer o mesmo da magreza. Num momento em que se apela ao fim da magreza extrema como sinónimo de beleza, num momento em que se defende um corpo saudável, ela aparece com as costas a descoberto.. e não consigo pensar em nada de positivo nesta imagem.

O bolo de côco que parece uma nuvem!

É que este vai já ser feito, nem vou esperar por dias melhores. Mesmo sem vontade nenhuma de ir pegar na batedeira, vou fazer-me à vida, porque este amigo está a fazer-me salivar, tal e qual os cães de Pavlov. Pronto, é desta que a manutenção das linhas redondas do abdómen se mantêm. Estou desgraçada..


a receita deste tentação hiper-calórica está aqui.

Oscars 2015: Vanity Fair after-party

Classe vs Badalhoquice

Irina, Irina.. ainda tens de comer muito pão, filha.