23.1.09

Oxalá.

Oxalá não me faltem as palavras. Não me faltem os pretextos e os textos. Não me falte a vontade, nem o tempo, nem o gosto. Oxalá não me faltem as ideias, os amores e os dissabores. Não me falte o sentido e o sentimento. Oxalá não me falte o pensamento. Nem o alento, a paciência e a alegria. Oxalá não me falte o bom senso. Nem a critica e a vergonha, nem a lábia, nem a força. Oxalá não me falte o despeito e o respeito. Nem o que sinto no peito e o que me vai na razão. Oxalá não me falhe o coração.

1 comentário:

Ana Omelete disse...

Gostei, gostei e gostei :o)