28.4.13

Bipolaridade metereológica

Alguém entende? É calor, é frio, é vento forte, é gelado, é céu limpo, céu nublado. Isto para quem tem miúdos, é uma canseira. Veste casaco, tira casaco, manga curta, manga comprida. Já não há pachorra!

25.4.13

Free

Porque acaba onde a dos outros começa; porque nos faz capazes de sonhar, criar, amar; porque nos dá asas; porque nos ensina e nos faz crescer; porque nos põe neste mundo e também nos mata; porque nos guia, nos influencia, nos dirige; porque nos dá opções e caminhos e metas; porque nos diferencia e nos une numa igualdade. Nasci livre e livre quero morrer. Por isso nunca conseguirei entender porque razão, neste mundo, muitos estão privados desta liberdade. Somos tantos, os livres, que pouco bastaria para sermos todos. E na nossa mão está fazermos a diferença.
A liberdade permite-me estar aqui, a dizer o que me vai na alma. E isso não tem preço.

24.4.13

Assim de estalo.

Toma lá um horário de bradar aos céus, um apontamento sobre o teu desempenho mensal,no mínimo,cómico e uma estafadeira de serviço, que mais parece que o Reino Unido se mudou em peso para o Algarve. Não tenho vontade nem de mexer uma unha. A motivação está a -25, lá em baixo no polo Sul. E a vontade de me levantar da cama e ir aturar isto tudo, pura e simplesmente, emigrou. Acho que estou a poucos passos de um beco sem saída. So, help me God!

23.4.13

Querem saber quem é a minha nova amiguinha?



♥ it.

E para os dias que restam, que só me resta fazer com que passem bem e seguros. Quero ter energia e força e determinação. Quero ter coragem para o que aí vem. Quero ter paciência e fé.
Eu gosto muito desta. Lovely.

lontra-fraquinha.


E a falta de coragem, hã? Pequena grande lontra que estou, que mais devia era ter vergonha na cara e força de vontade! Isto promete, porque ainda não pendurei as Nike, por isso, mais dia-menos dia, a coisa entra nos eixos outra vez.

No sense.

Esta coisa das tentações está a dar cabo de mim. Quando me dou por vencida, de que não vou conseguir mudar de emprego tão facilmente (eu quero muito, gente, quero mesmo!), quando me mentalizo e me conformo que tenho de continuar a levantar o corpinho da cama às três da manha, aparecem aquelas oportunidades vindas do nada. Parece que me caem aos pés, assim a dizer em tom de sussurro «apanha-me.. agarra-me.. muda, muda..» E eu pareço uma miúda com 12 anos, tipo barata tonta, com inúmeras incertezas e conflitos interiores. Fica a doer-me o estômago, a cabeça e engulo em seco. Maldito sistema nervoso que me deixa k.o. em dez segundos.
Nada disto faz sentido, porque se eu quero mudar (eu quero muito, gente, quero mesmo!), não deveria ter tanto macaquinho na cabeça. Pareço uma cobardolas, com medo de dar um passo em falso, sem qualquer pingo de optimismo. Bah.

20.4.13

Pior do que trabalhar ao fim-de-semana..

.. é trabalhar rodeada de incompetentes. Às vezes, sinto vergonha.

18.4.13

E sobre a onda de solidariedade..

É tão bom saber que ainda há gente boa e esperança neste mundo. Que nunca se baixem os braços e que nunca deixemos de lutar por um mundo melhor.
Hoje é pelo Rodrigo e aquele sorriso maroto que vai vencer isto tudo (fé!), mas muitos mais Rodrigos estão -infelizmente- à espera de um milagre. Por isso, é cada vez mais importante partilhar, informar, mover montanhas.
E eu começo a acreditar que este mundo se compõe. Tão bom!
http://www.facebook.com/VamosajudaroRodrigo

De como esta vidinha pode ser tão chata, às vezes..

Findas as férias, não há melhor hora de uma pessoa se levantar da cama para ir trabalhar, que não seja por volta das três da manhã. Sim, leram bem. Quem inventou o trafego aéreo antes do meio-dia, merece o Globo de ouro de maior otário. Consegui arrastar-me até à casa-de-banho, dizendo mal de tudo e de todos, despachei-me em poucos minutos tentando não fazer demasiado barulho, peguei no iogurte liquido e na garrafa de água e pus-me a caminho. Quando lá chego, surpresa!, mudanças, obras, o catatau, tudo de pantanas e os meus ricos colegas (benzósDeus!) ainda mais atrasados do que há duas semanas atras. Excepções feitas a quem de direito, claro. Que nem tudo é mau naquela casa.
Resumindo: levanta-se uma pessoa da cama para ir aturar gente parva.
Resumindo o título do post: porque é que não me sai o Euromilhões?

17.4.13

Soooo ready..



Nem com todos os planetas alinhados..

Nem com a ajuda do universo, os chakras alinhados ou o raio-que-o-parta. Quando uma coisa não tem de acontecer, até cai um meteorito se for preciso. Neste caso, não foi nenhum meteorito, mas que realmente existem forças superiores que não deixam as coisas acontecerem, garanto-vos: há!
Estou condenada a ficar onde estou. Ou se calhar há algo bem melhor que está por vir. Gosto mais da segunda hipótese e é com ela que me fico.

16.4.13

Ideas Worth Spreading

Isto já não era novidade para mim. Nas acções de formação para liderança e gestão de equipas, já tinha visto uns vídeos. E a ideia é extraordinária. Ontem, falaram disto na tv. Foi tema para uma reportagem (gira, por sinal!) que nos faz parar para pensar um bocadinho no rumo que levamos. Não tenho a garra do Miguel Gonçalves (nem a piada, nem o acento que acho o máximo), mas há qualquer coisa naquela alma que faz um clic cá dentro. Tu tens um dom. E é esse dom que te torna especial e único. A tua área é aquela em que tu és extraordinário, aquela em que arrebentas com tudo, em que tu és bom.
E pronto. Quando uma pessoa está determinada a mudar de vida, aparecem estes incentivos.
Quem ainda não conhece, ide espreitar. Chama-se TED e é girissimo! E tão útil, ao mesmo tempo!

Think blue ♥


Oh aqui uma ajudinha, se faz favor!

Então é o seguinte: gosto muito de trabalhar no aeroporto, mas foi-me proposta uma entrevista de emprego para um local onde sei que vou ganhar um pouco menos, mas que a nível de realização profissional e valorização, posso ser muito mais bem sucedida. O que fariam? Trocavam o certo pelo incerto? Arriscavam? Estou num dilema. Numa grande embrulhada psicológica. Pareço uma barata tonta desde ontem..

15.4.13

Blue.

I'm blue. True blue. E isto passa. [ao menos quero acreditar nisso.]

10.4.13

E isto vai mudar.

Tenho muita vontade de mudar as coisas por aqui. É só ter um bocadinho mais de tempo para me dedicar à séria e vai tudo a eito. Este blog precisa de mudar de cara. Assim como eu, que me deu um não-sei-quê e fui pintar o cabelo de vermelho escuro. E fiz franja! Definitivamente: alguma coisa muito estragada comi naquele dia.

Lontra, que é lontra, deixa-se estar..

O despertador tocou às 6h30. Para quem está de férias é uma atrocidade. Pensei ir dar uma corridinha na praia. Mas chovia.. E ainda não sou tão maluca como isso, por isso, deixei-me estar no quentinho dos lençóis. Maneiras que é isto: quero dar luta à gordura localizada e intimido-me com uns pingos de água. Bonito serviço.
Bom dia!

9.4.13

Breakfast

Granola com mel e amêndoas e um i love corpos Danone natural. Simples e delicioso. Agora vou ali à caneca de café.

Boooooom dia!

Hoje rendi-me ao vale dos lençóis. Depois da corrida de ontem, que me deixou mortinha, achei que as minhas pernocas mereciam um descanso. É incrível a quantidade de músculos que me doem e que eu nem sabia que existiam em mim! O curioso é que parece que o bichinho pegou. Acho que começo a gostar disto. Sabe-me bem, faz-me bem. Não é só pelos momentos sozinha para mim, com a minha banda sonora. É saber que me estou a mexer, que sem dor não há recompensa, mas também que a paz de espirito que trago comigo é impagável.
E depois de andar a dar pressas à pequena, que quase todos os dias chega em cima da hora à escola, lá começo o meu dia. Hoje lentamente, sem pressas. E talvez logo à tarde, faça uma corridinha na praia.
Bom dia, gente! Bom dia!

7.4.13

3km

Foi um bom começo. Agora é não desistir! (Dói-me tudo, só para que conste..)

6.4.13

{das mudanças}

Tomei uma decisão que pode muito bem vir a mudar o meu estilo de vida. Não sei se consigo, se tenho forças (principalmente a de vontade), se me aguento. Mas a motivação está lá, o que já é positivo. Vou montar-me nos nikes, pôr a playlist a tocar e vou fazer-me ao caminho. Vou experimentar essa droga que muitos não conseguem largar que é a corrida. Tudo com muita calma e juizinho, porque eu conheço-me bem.. E se alguma coisa me corre mal, ponho na prateleira, que é como quem diz, nunca mais repito a gracinha.
Mentalizei-me. Pareço uma pequena lontra, não atino com ginásios e ferro e aulas em grupo ando so on, and so on. Vou tentar superar-me e não desistir à primeira. E custe o que custar, vou pôr-me a mexer.
Amanhã, às 7 e meia da manhã, começo uma nova vida. A ver vamos..

5.4.13

Por outro lado, tenho a maior honra de anunciar que..

.. a minha mana do coração vai ser mamã. E não podia estar mais feliz com a notícia. Vem aí mais um bebé para a tia Rita!! :)
Parabéns meu amor. Tão feliz por vocês!

Parece que anda aí uma maré de coisas chatas.

E para além de chatas, muito estranhas. Boicotaram-me os planos. Foram assim todos pelo cano abaixo. Não fui ali a Roma baptizar o pequeno. Forças superiores não deixaram. Portanto, podem deixar de se roer.. para andar toda roída, basto eu. Estou com um melão daqueles. Melão, não.. Melancia. Grande e escura.