Avançar para o conteúdo principal

i ♥ be like that.


Eu não me canso de falar do meu estado de graça. No fundo, toda e qualquer mulher bafejada com o dom (e a sorte) de poder gerar vida, bem lá no fundo, sabe que é quando a vida é vivida com mais sentido, em plenitude, de acordo com a natureza.. quando estamos grávidas. Ainda ontem, deitada na chaise longue, a minha barriga abanava, sacudia, tremia. O pequeno ser, lá dentro, parecia estar em arrumações. E cá fora, o pai e a irmã (que anda em delírio, a contar os dias) assistiam maravilhados às mutações que a barriga de uma mulher sofre, quando pequenos pés, mãos e calcanhares ganham vida dentro de nós.
E dou por mim a achar que podia viver assim a vida inteira, porque é uma felicidade que não se consegue transmitir. Só se sente. Só se ama.

Comentários

Jiggly disse…
Quero tanto um dia ser mamã também *.*
mary disse…
ser mãe não é defintivimanete para todas as mulheres, mas acho que tu realmente nasceste para isso :)
Jota disse…
É mesmo uma felicidade dificil de transmitir.
Ando com tanta vontade.. hehe Parabéns! Beijinho ;)

Mensagens populares deste blogue

Achei que o corte de cabelo da Letizia merecia o meu regresso..

Se isto não é um exemplo de modernidade, não sei o que lhe chamar. A rapariga não é só a rainha de Espanha, é uma mulher moderna. E como mulher moderna que se preze, cuida da sua imagem. E só por esse gesto de corte com o tradicional e o correcto, só posso aplaudir a atitude. Já não posso dizer o mesmo da magreza. Num momento em que se apela ao fim da magreza extrema como sinónimo de beleza, num momento em que se defende um corpo saudável, ela aparece com as costas a descoberto.. e não consigo pensar em nada de positivo nesta imagem.

O bolo de côco que parece uma nuvem!

É que este vai já ser feito, nem vou esperar por dias melhores. Mesmo sem vontade nenhuma de ir pegar na batedeira, vou fazer-me à vida, porque este amigo está a fazer-me salivar, tal e qual os cães de Pavlov. Pronto, é desta que a manutenção das linhas redondas do abdómen se mantêm. Estou desgraçada..


a receita deste tentação hiper-calórica está aqui.

Oscars 2015: Vanity Fair after-party

Classe vs Badalhoquice

Irina, Irina.. ainda tens de comer muito pão, filha.