Avançar para o conteúdo principal

Jogar ao Elástico.

Jogar/saltar ao elástico, quem se lembra? Quem se lembra das cantigas que entoávamos ao saltar? Alguém por aqui a sentir-se nostálgica e a dar para o cota?
O que eu gostava que a minha filha soubesse o que é um elástico para saltar.. na verdade, nunca mais vi as miúdas a jogar a isso.

Comentários

mary disse…
nem é preciso dar muito para o cota querida rita... eu com os meus 21 lembro-me bem de saltar ao elastico quando era pequena! lembro-me de, em casa, usar duas cadeiras para por o elastico e ficar a brincar sozinha porque nao aguentava esperar o dia seguinte para jogar na escola...
e é verdade, nunca mais vi nada disso!
aNa disse…
eu saltava ao elástico, á corda, brincava à macaca, e lembro-me sim de algumas músicas. tão bom recordar isso. :) brincava às escondidas na rua com os meus vizinhos e à apanhada. agr vieram as tecnologias estragar tudo.

bem bom recordar. e eu não sou nada cota! 22 anos e lembro-me bem.
B. disse…
Claro que sim!
Adoraaaaaaaaaaaaaaaava!

Faz JÁ um elástico para a miúda, coloca em duas cadeiras e saltem as duas!

BeijO
B.
mari disse…
txiiiii ... passava todos os intervalos a saltar a isso ... era tão fixe :) :) ... saudades**
ombemua disse…
Eu ate na minha cozinha treinava :o)))
Adorava!!!

Hoje já nao vês ninguém a fazê-lo e é pena pois era tão giro e fazia-nos bem!
E pena...

Baci*
Niki disse…
Que saudades! Há uns tempos comprei um elástico (por incrível que pareça a decatllon vende para jogar!) e ensinei a minha filha a jogar, foi um sucesso na escola!

Beijinho
Rita disse…
Na decatllon vendem isso?? Vou já comprar!!! :)
Niki disse…
Sim, na altura comprei azul bebé mas tenho quase a certeza que também há rosa!

Mensagens populares deste blogue

Achei que o corte de cabelo da Letizia merecia o meu regresso..

Se isto não é um exemplo de modernidade, não sei o que lhe chamar. A rapariga não é só a rainha de Espanha, é uma mulher moderna. E como mulher moderna que se preze, cuida da sua imagem. E só por esse gesto de corte com o tradicional e o correcto, só posso aplaudir a atitude. Já não posso dizer o mesmo da magreza. Num momento em que se apela ao fim da magreza extrema como sinónimo de beleza, num momento em que se defende um corpo saudável, ela aparece com as costas a descoberto.. e não consigo pensar em nada de positivo nesta imagem.

O bolo de côco que parece uma nuvem!

É que este vai já ser feito, nem vou esperar por dias melhores. Mesmo sem vontade nenhuma de ir pegar na batedeira, vou fazer-me à vida, porque este amigo está a fazer-me salivar, tal e qual os cães de Pavlov. Pronto, é desta que a manutenção das linhas redondas do abdómen se mantêm. Estou desgraçada..


a receita deste tentação hiper-calórica está aqui.

Oscars 2015: Vanity Fair after-party

Classe vs Badalhoquice

Irina, Irina.. ainda tens de comer muito pão, filha.