30.7.09

Não sei se é o melhor..



.. mas ganhou o prémio de 'O melhor bolo de chocolate do mundo'. Provei e gostei. Talvez não seja mesmo o melhor bolo de chocolate do mundo. Para mim, era o que a minha avó Alice me fazia, cuja receita foi com ela para outro mundo e nunca mais voltei a provar um igual. Mas este é bom, sim senhora.. talvez por ser bom tenham marchado 3 fatias.. ai.. :

Sabemos que estamos no Algarve, quando..

.. nos cobram 3 euros por duas bicas em copo de esferovite, num parque aquático. :|

21.7.09

A desilusão.

Quando menos esperamos, cai-nos uma bomba aos pés, rebenta, e nós apanhamos com os estilhaços. Depois, perdemos a calma. O coração parece que quer sair do peito, os suores frios misturam-se com os calores repentinos, bebem-se as lágrimas.. depois, jogamos as mãos à cabeça e incrédulos pensamos como foi tudo isto acontecer. Não acreditamos, tudo parece um sonho, mas o que nos lixa é que a coisa é mesmo real. Temos um berbicacho entre as mãos e não sabemos como lidar com ele. Os flashes de memória sucedem-se, tentamos dizer piadas para amenizar a situação e de novo, o descontrolo volta a tomar conta de nós, e choramos outra vez copiosamente e voltamos a beliscar-nos não vá o diabo tecê-las e isto não passe de um pesadelo e voltamos a cair de boca no chão e sentimos a dor da queda. É real. A nossa vida está feita em frangalhos, quando ainda hoje de manhã acordámos e éramos as pessoas mais felizes do mundo. A isto chama-se viver. Todos os dias podem acontecer fatalidades.. umas maiores que outras, umas mais graves que outras, mais ou menos ligeiras, com mais ou menos estilhaços, de vez em quando as bombas rebentam nas nossas mãos. A isto chama-se viver. E é com isso que temos de contar.. que esta vida é uma aprendizagem, de onde devemos guardar as coisas boas e aprender as lições que ela nos dá.

Hoje rebentou a maior bomba nas mãos do meu mano. Como pessoas que gostamos dele, os estilhaços vieram parar para o nosso lado também. Foi como se também a mim me tivesse rebentado um engenho. Assim, do nada, sem se fazer esperar, sem se prever, sem nunca ter havido uma suspeita. E com ele, partilho a dor que ele sente, partilho a aflição, o mau momento, a angústia, o coração partido. E tudo o que lhe posso oferecer é o meu ombro, a minha amizade e o meu desejo de que ele volte a encontrar a felicidade que julga perdida. Hoje estou por ele. Com ele. E parece-me pouco o que pouco posso fazer.

Hoje o meu mano, o homem que escolhi para padrinho da minha filha, ficou de coração desfeito. E cabe-nos a nós ajudá-lo a recolher os pedacinhos, a limpar-lhe as lágrimas, a ouvi-lo, a deixá-lo berrar e desabafar toda a dor e revolta que sente. Hoje, para ele, foi o dia da sua maior desilusão. E nisso partilho o sentimento. Não há pior coisa que sentirmos-nos desiludidos pelas pessoas pelas quais podíamos dar a vida. Eu punha as mãos no fogo por aquela que, foi hoje, também para mim, uma grande desilusão. O meu mano pôs o corpo todo, pôs o coração, pôs a vida. E desiludiu-se. E assim vão por agua-abaixo os planos de uma vida.

18.7.09

Leko

Eles apresentam isto:





Mas, na realidade, vem assim:




Há que ter maõzinhas.. :)

Irrita-me profundamente.

.. que as pessoas nas salas de espera tenham toques de telemóveis extremamente irritantes, tais como um carro de formula 1 a acelerar, nuns décibeis capazes de furar os tímpanos da estátua da liberdade e que, ainda por cima, demorem uma eternidade a atender a porcaria da chamada e fiquem ali a admirar o número que lhes está a chamar, tentando adivinhar quem será o número privado ou o 91 que não conhecem.. fico possessa.

13.7.09

Paizinho, aqui vai a minha prenda de anos atrasada.

Hope you enjoy.. pelo menos tanto como eu!

12 anos, 1 mês and counting..




.. e esta servia perfeitamente para celebrar a data. :)

10.7.09

Ele até pode ser um deus grego..

.. de corpo musculado, louro ou moreno tanto faz e depende dos gostos, de olhos verdes ou azuis, com os biceps e os abdominais definidos, com a barbinha feita e sem pelos no peito, cheiroso e penteado, lavadinho. Ele até pode ser muito culto e cheio de histórias interessantes para contar. Pode ser um às na cama, divertido, bem-disposto, bem vestido e educado. Mas se, de repente, começa a falar e cria aquelas esponjinhas de cuspo brancas no canto da boca.. qualquer uma perde a vontade.

8.7.09

Pelos, pelinhos e pelame

Deve ser um dos temas que mais me irrita ler por esses blogs afora.. a questão dos pelos e sua depilação. Não por causa das descrições que às vezes leio, nem pela forma como se escreve a aventura, mas por causa da localização e do método aplicado. Eu explico melhor..
Quando leio que as meninas vão à depilação, tiram a cuequinha, abrem (ou escancaram) a perninha e vamos-embora-manel.. que soltam umas bojardas enquanto lhes arrancam os pelos com bandas de cera quente, vai virilha, vai maria joaquina toda, vai depilação brasileira, vai tudo.. e eu até fico verde!
Sim.. fico verde. Eu, aqui me confesso, não sou capaz. Cera nas pernas, meia-perna ou perna inteira, ainda é como a outra.. mas ali na sim senhora e zonas limitrofes, vai tudo a poder de gilette, que é uma papa. Descansem, não vou morrer estúpida. A primeira depilação com cera às virilhas deu-me uma alergia desgraçada, andei quase 1 mês sem poder ir à praia por causa da irritação na pele. A segunda, deixou-me em carne viva, com um andar novo e completamente traumatizada para o futuro.
Tou-me completamente borrifando se os pêlos ficam mais fortes, se passado 2 dias tenho de voltar a fazê-la, se arranham e picam ao crescer.. tou-me marimbando para isso. Cera quente aqui é que não. Isso não.
Por isso fico verde (talvez por um bocadinho de inveja) ao ler que as meninas vão todas airosas à depilação, largar o pelame todo das virilhas, quando eu tenho outras belas maneiras de largar dinheiro sem ser para sofrer horrores. Mas isso sou eu.

7.7.09

A T-shirt que eu queria oferecer ao Cristiano Ronaldo.




É que quando ouvi o miúdo falar prós espanhóis, até me arrepiei toda.. [tristeza, senhores.. que tristeza]

Respira, miúda, respira..

Estava com um grande, grande, grande nó na garganta.. julguei que sufocava.. julguei que apagava de inconsciente.. acreditei que o fiozinho onde me segurava ia romper a qualquer momento. Felizmente foi tudo um grande susto.. daqueles que precisamos para acordar para a vida. Daqueles que nos mostram quem realmente somos. Daqueles que nos fazem pensar (e muito!) sobre tudo (mas mesmo TUDO!) o que nos rodeia. Felizmente não passou de um susto. Respiro de alívio, mas (ainda) não de tranquilidade. O pior já passou.

5.7.09

Sabemos que estamos no Algarve, quando..

.. chegamos a Aljezur e lemos uma placa a dizer: 'WE HAVE UNDERSTANDS'

[que é como quem diz, temos perceves!]

O Aleixo é que sabia..

Não sou esperto nem burro
Nem bem nem mal educado;
Sou simplesmente o produto
Do meio em que fui criado.

[António Aleixo]

4.7.09



*Férias (algures por esse mundo)
*Um relógio novo
*Um anel da esprit que ando a namorar há séculos
*Umas Havaianas prateadas
*Um chapéu tipo Mraz
*Uma Sony pequenina que caiba na mala e tire boas fotos
*Uma parede forrada a papel cá em casa
*Uma massagem completa de relaxamento
*Plafond na carteira para ir de férias
*Amarguinhas geladinhas ao fim da tarde
*Contorno de Olhos da Zelens

*e pronto, alegria, acabar com a fome,felicidade para todos, muita saudinha e.. paz no mundo.

:)

3.7.09

Mais uma..

.. e ontem as dores de cabeça eram infernais, as dores (que se julgavam ser de rins) continuavam, a minha sensação de 'estou completamente podre!' aumentava e a necessidade de ir a um médico também. Lá fomos. Ao centro de saúde de Loulé, que isto aqui em Faro de capital tem muito pouco (ou quase nada), o centro fecha às 20h e depois disso só há o Talho Distrital (vulgo HDF) e para lá Deus-nos-livre-e-guarde! e enfim.. com a sorte que me costuma acompanhar nestas coisas, cheguei ao guiché e pareceu-me ouvir lá de dentro uma voz familiar..
Era o meu compadre, de serviço nos bombeiros. Foi sorte! Lá me apresentou a toda a gente, enfermeiras, auxiliares e médicos, lá fez o choradinho 'tratem-na bem, que é a minha comadre' e lá fui muito bem tratada mesmo.. bem, só eu não, pelo que me apercebi daquelas 2 horas em que lá estive, toda a gente estava a ser muito bem tratada.. acho que Faro tem mesmo de pôr os olhos em Loulé.
Vim pra casa com uma dor nova, no rabo, das 2 injecções que apanhei prás dores, mas muito satisfeita.
Agora é só esperar que passe o resto..

Mini M

Como alegria e coisas giras não faltam cá em casa.. achei que a minha M. também já tinha direito de antena. O anterior blog que falava das aventuras dela foi descontinuado por razões muito pessoais.. mas este, escrito noutro registo, de uma outra forma e com outra razão, tem com toda a certeza pernas para andar.. espreitem lá, está mesmo aqui: Mini M !! :)

2.7.09

Personalidadezinha..

- És um pirata?!?
- Siiimm.. e estou a espreitar pelo tubinho, tou a ver tubarões e vou para o meu barco.. hãaa.. NÃO SOU NADA UM PIRATA! SOU A MA-RI-A-NA!

[não fosse eu dizer-lhe que os piratas se portam mal.. :) ]

1.7.09

Vou fazer beicinho..


.. e esperar que alguém repare.