25.8.07

«Paciência»

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
A vida não pára

Enquanto o tempo acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora vou na valsa
A vida é tão rara

Enquanto todo mundo espera a cura do mal
E a loucura finge que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência

O mundo vai girando cada vez mais veloz
A gente espera do mundo e o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência

Será que é o tempo que lhe falta pra perceber
Será que temos esse tempo pra perder
E quem quer saber
A vida é tão rara (Tão rara)

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Mesmo quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não pára(a vida não pára não)

Será que é tempo que me falta pra perceber
Será que temos esse tempo pra perder
E quem quer saber
A vida é tão rara (tão rara)

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não pára(a vida não pára não…a vida não pára)

Lenine

Korma ou Kashmiri?



Ai.. venha o diabo e escolha, que estes dois manjares dos deuses são BONS, que só visto!! Ai, dieta, dieta.. :)

23.8.07

O Gozo ao meu trabalho.



Qualquer dia, qualquer dia...

A minha comadre e amiga Marta, deixou-me no blog dela um miminho, pois introduziu-me na corrente da amizade. Como me parece difícil escolher 10 pessoas para retribuir, especialmente que tenham blogs, resolvi que desta vez seria diferente.
Quero retribuir a todos quantos me 'conhecem' neste meio e dizer-lhes que às vezes, atrás de uma palavra vêm mais do que mil acções! :) E quero agradecer a quem me lê e com quem comparto este 'pedacinho' de mim, mas que por vários motivos não possui um blog!
Então, para todos aqueles anónimos que me visitam e especialmente para:

Mª José (eterna Tatá!)
Pedro
Mãe
Carla
Marta (comadre!!)
Ana E.
Sandra G.
Silvia
Soraia
Sofia C.

Obrigada! :)